E-book #QueroMeVerNoPoder: assista à live de lançamento e baixe o arquivo

Leia e baixe o E-book aqui!

Na última quarta-feira (20/1), a live “Eleições 2020 e as disputas de narrativas dos grupos sub-representados”, promovida pela Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político, lançou o e-book com reportagens da campanha #QueroMeVerNoPoder, organizada com a proposta de sensibilizar a sociedade brasileira sobre a sub-representação de mulheres, negros, indígenas, quilombolas, povos tradicionais de matriz africana, jovens e pessoas LGBTIQ+ nos cargos públicos eletivos durante as Eleições 2020.

Participaram do debate Larissa Santiago, comunicadora e feminista negra que atua com as Blogueiras Negras; Jonas Pinheiro, integrante da Revista Afirmativa e mestre em comunicação e formatos narrativos; e Naiara Leite, jornalista, mestre em comunicação e formatos narrativos e coordenadora de comunicação do Odara – Instituto da Mulher Negra, AMNB e Fopir. Mike Faria e Iasmin Monteiro, jovens comunicadores que participaram do E-book, relataram suas experiências de participação no projeto, que selecionou dez jovens de distintas regiões do país para produzirem reportagens inéditas sobre o contexto da sub-representação desses grupos a partir de suas realidades e territórios, potencializando suas narrativas.

Foram selecionados jovens de 18 a 29 anos, entre estudantes de jornalismo, jornalistas recém-formados e comunicadores com experiência de trabalho em mídias contra-hegemônicas. As matérias carregam reflexões importantes acerca dos desafios para tornar a política um espaço mais representativo e que possa, de fato, promover transformações para a maioria da população brasileira.

Assista à live:

Leia e baixe o E-book aqui!

A Plataforma

A Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político é composta por movimentos, organizações, fóruns, coletivos e redes, institucionalizadas ou não, que, desde 2004, atuam para mudar a forma como o sistema político brasileiro está organizado. Iniciou sua articulação a partir da crítica aos instrumentos de participação social, que têm baixo impacto na formulação e controle social sobre as políticas públicas.

Deixe uma resposta

12 − cinco =