Feministas tomam as ruas do Brasil: “Sou vadia se eu quiser”

A Marcha, que está apenas no seu segundo ano, ao mesmo tempo em que tem sido mal entendida e mal interpretada por alguns setores sociais, também vem contando com o apoio de muitos homens. Na Marcha das Vadias de Brasília, um homem foi preso ao insultar e agredir verbal e fisicamente as ativistas. Nas redes sociais, a administração do Facebook suspendeu a conta de uma militante que divulgou uma foto sua na qual expunha seus seios ao lado da sua filha durante o ato.

 

 

Deixe uma resposta