Líder comunitária Jane Beatriz morre após entrada de policiais em sua casa

A líder comunitária Jane Beatriz Silva Nunes, de 60 anos, morreu na terça-feira (8) após ter escorregado e caído junto a uma escada, depois policiais entrarem na casa dela atrás de uma denúncia que não era confirmada. Integrantes de movimentos sociais e políticos protestaram em Porto Alegre, esta semana.

A morte de Jane aconteceu um dia após o Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos divulgar um dossiê sobre a violência contra os defensores. O material abrange os anos de 2018 ao primeiro semestre de 2020 e trata da falta de proteção adequada do Estado. O coordenador da Organização Terra de Direitos e do Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos, Darci Frigo, falou com a Rádio Plataforma sobre a questão e sobre como a violência política impede transformações no sistema político.

Ouça a matéria completa:

Deixe uma resposta

quinze − cinco =