Iniciativa para reforma do sistema político dialoga com trabalhadores do campo

, a Plataforma pela Reforma do Sistema Político (www.reformapolitica.org.br) esteve presente na Jornada de Lutas que aconteceu entre os dias 22 e 26 de setembro na capital federal.

 

A Plataforma acompanhou a luta dos trabalhadores rurais no acampamento da Via Campesina, instalado ao lado do Ginásio Nilson Nelson, em Brasília. Também estavam acampados o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e outros movimentos do campo. Estiveram em Brasília cerca de 4.000 trabalhadores e trabalhadoras rurais marchando por diversas pautas políticas, como o aumento do orçamento público destinado para a reforma agrária e um patamar de investimentos na educação do país equivalente a 10% do PIB.

A Plataforma participou da saudação de abertura no acampamento da Via Campesina na terça-feira à noite e também divulgou o material informativo sobre o projeto de Iniciativa Popular pela Reforma do Sistema Político durante a marcha no dia seguinte, organizada pelo o Conlutas e outras centrais sindicais.

Na quarta-feira, antes da plenária vespertina no acampamento, José Moroni, membro do colegiado do INESC e um dos representantes da Plataforma, teve a oportunidade de apresentar aos trabalhadores e trabalhadoras as principais propostas para a iniciativa popular. A Plataforma defende a proibição do financiamento de eleições por parte de empresas, banco e latifúndios. “O povo quer participar diretamente das decisões importante a respeito de temas de interesse nacional por meio de plebiscitos referendos e a iniciativa popular”, afirmou.

 

Coleta de assinaturas

A coordenação do acampamento da Via Campina também contribuiu na divulgação do material de formação da iniciativa popular pela reforma do sistema político. O resumo das propostas e o abaixo-assinado foram entregues durante os trabalhos de formação no acampamento de forma orgânica a partir da dinâmica interna do movimento.

A Plataforma pela Reforma Política tem buscado um diálogo direto com os movimentos de base social, pois acredita que uma reforma ampla deve acontecer pela ampla participação popular e pelo envolvimento da sociedade civil organizada e movimentos sociais.

Clique para ler na íntegra o texto da Proposta de Iniciativa Popular da Reforma Política.

Clique aqui para assinar a proposta.

 

Por Lucídio Bicalho

Deixe uma resposta

Fechar Menu