Bachelet promulga lei que acaba com sistema eleitoral imposto no final da ditadura Pinochet

‘Após 25 anos tiramos o ferrolho que distorcia a vontade das pessoas’, disse a mandatária; segundo ela, sistema vigente não expressava decisões da sociedade
Antiga reivindicação de movimentos sociais e políticos no Chile, a presidente Michelle Bachelet promulgou, nesta segunda-feira (27/04), a lei que substitui o sistema eleitoral chileno binominal, herdado da ditadura, por um modelo proporcional. O desenho institucional anterior, de acordo com a mandatária, “prejudicava a democracia”.

“Hoje é um grande dia para a democracia, deixamos para trás o sistema binominal que por tanto tempo limitou e prejudicou nossa representação política”, disse Bachelet. “Hoje com este novo sistema eleitoral proporcional e inclusivo devolvemos a cada cidadão o poder real de seu voto”, acrescentou.

Deixe uma resposta

Fechar Menu