Encontro Nacional: Democratização do poder e da efetivação da reforma do Sistema Político


Add this to your website

 

Avançar na discussão sobre a democratização do poder e da efetivação da reforma do Sistema Político foi o objetivo principal das cerca de cem pessoas que participaram, em 2 e 3 de abril, do Encontro Nacional da Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político.

Vindas de todo o país e representando as mais diversas frentes de luta por direitos, as e os participantes puderam avançar na ampliação e capilarização do debate, iniciando o processo de construção da terceira versão da Plataforma, além de consensuar as estratégias e metodologias de trabalho para os próximos três anos, partindo do entendimento de que a noção de democracia inserida em um sistema capitalista, patriarcal e racista não é a democracia que queremos.

Assista aqui ao vídeo da mesa de leitura de conjuntura do Encontro

https://www.facebook.com/plataformareformapolitica/videos/410091456437573/

Veja as fotos do encontro no Flicker:

https://www.flickr.com/photos/reformapolitica/albums/72157677586537607/with/46633645315/

Veja o vídeo com o resumo do evento:

https://youtu.be/xmiPTILx95A

Veja as moções aprovadas no Encontro:

Moção de apoio

As representações das entidades e das organizações populares presentes no Encontro Nacional da Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político, realizado em Brasília em 2 e 3 de abril, aprovam moção de apoio ao povo palestino diante das ações e declarações do presidente Jair Bolsonaro que, de forma extremada e fundamentalista, ignoram a tradição de promoção de unidade e paz da diplomacia brasileira e se subordinam aos interesses espúrios dos Estados Unidos, desrespeitando a luta e a autonomia da população palestina.

Moção de apoio e solidariedade

As representações das entidades e dos movimentos presentes no Encontro Nacional da Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político, realizado em Brasília em 2 e 3 de abril, aprovam moção de apoio e solidariedade ao ex-presidente Lula, bem como sua imediata soltura por reconhecê-lo preso político das elites brasileiras, reafirmando que sua prisão faz parte de um estratagema da extrema direita brasileira

Apoio:

União Européia