Tam.Texto

Povos indígenas e quilombolas participam de oficina sobre reforma política em Salvador


Add this to your website

O Inesc em parceria com Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE) realizaram, entre os dias 22 e 25 de abril, em Salvador, BA, a oficina “Comunicação e Poder”. O encontro, direcionado para povos indígenas e quilombolas, teve o objetivo de introduzir o tema reforma política, especialmente a questão da sub-representação dessa camada da sociedade no Congresso Nacional.

Diversas comunidades quilombolas e povos indígenas da Bahia e do norte de minas, além de representantes Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo participaram do evento. Para além da questão da reforma política, os participantes fizeram um levantamento das ameaças em relação aos direitos territoriais e criminalização à esses povos.

As assessoras políticas do Inesc, Cleomar Manhas e Márcia Acioli, representaram a entidade na  oficina e tiveram como objetivo principal sensibilizar os participantes a se engajarem na batalha por assinaturas do projeto de lei de iniciativa popular desenvolvido pela Plataforma dos Movimentos Sociais pela reforma do sistema político ( organização que reúne diversas organizações e movimentos e começaram a coletar assinaturas para a Iniciativa Popular da reforma política desde 2012). 

 

Segundo Cleomar, a realização do evento teve grande relevância. "É extremamente importante ter a parceria de povos indígenas e quilombolas nesta luta por uma verdadeira reforma do sistema político, que contemple os vários segmentos de nossa população e de nosso território"

Para Viviane Hermida, assessora de projeto e formação da CESE, esta foi mais uma atividade que se soma aos trabalhos realizados pela entidade. “Foi muito positivo colocar em um mesmo espaço indígenas e quilombolas para discutirem estratégias de incidência política”, ressaltou.